Lombalgia – tudo acerca da prevenção e tratamento

A dor na lombar é um fato da vida. Praticamente todas as pessoas sofrerão deste problema, mais cedo ou mais tarde. Uma das principais razões de dor lombar, seja dor aguda ou dor crônica, é a lombalgia.

O que é tensão lombar?

Uma sucessão de músculos e articulações lombares mantêm a ossatura da coluna vertebral no lugar. Você pode fadigar esses músculos esticando muito, a ponto de acarretar pequenos rasgos no tecido. Os músculos ficam debilitados, portanto, eles não são capazes de realizar a tarefa de conservar a ossatura da coluna vertebral corretamente no local. A coluna encontra-se menos estável, ocasionando dor lombar. E como os nervos da medula espinhal se alongam por todo o corpo, a dor é capaz de se dar em áreas diferentes.

lombalgia-tudo-acerca-da-prevencao-e-tratamento

O que ocasiona a tensão lombar?

– Excessivo empenho corporal.
– Queda
– Reclinar ou acocorar constantemente.
– Alçar móveis pesados se você não estiver em forma.
– A lombalgia inclusive é capaz de ser ocasionada por estresse emocional, postura errada, obesidade, ou por permanecer assentado na mesma postura por muitos períodos de tempo. Inclusive – uma tosse grave pode resultar em dor nas costas.
– Leve em consideração que a tensão lombar não pode ser responsabilizada sobre toda a dor lombar. Existem diversas outras causas, como hérnia de disco, quebras, nervos premidos, artrite, contaminações e tumores.

Vestígios da lombalgia

Dor e inflexibilidade lombar.
Dor nos quadris e nas pernas, certas vezes na parte posterior da coxa.
Dor que piora ao inclinar ou esticar o corpo, tossir ou dar espirros.
Já que alguns sinais de tensão lombar são semelhantes aos de enfermidades mais graves, é essencial que o episódio seja analisado por um especialista.
Para detectar a lombalgia, o seu médico vai te dar um check-up completo. Você inclusive pode necessitar de raio-X, ressonância magnética e tomografia computadorizada. Esses exames a mais podem ser necessários caso sua dor não desapareça por conta própria ou com tratamento conservador.

Qual é o tratamento para a lombalgia?

A lombalgia é capaz de ser uma lesão bem doída e deprimente. Contudo a excelente notícia é que a grande parte dos casos se cura por conta própria, dado o devido tempo. Para acelerar a melhora, você precisa:
Pôr gelo nas costas para minimizar a dor e o inchaço, assim que se ferir. Fazer isto no decurso de 20-30 minutos a cada 3 a 4 horas por 2-3 dias. Você ainda pode colocar gelo nas costas após a exercitação física.
Aplique calor nas costas – porém somente após 2-3 dias do uso do gelo. Use calor nas suas costas apenas após o inchaço inicial ter sumido. Você pode utilizar uma bolsa térmica ou, unicamente, banhar-se com água quente.
Tome analgésicos ou outros remédios, se for recomendado pelo seu médico. Os anti-inflamatórios não esteroides irão ajudar com a dor lombar e o inchaço. Apesar disso, esses medicamentos podem ter efeito contrário. Eles carecem de ser utilizados eventualmente, a não ser que seu médico fale outra coisa. Os analgésicos e os relaxantes musculares prescritos, em algumas ocasiões, são necessários.
Se o seu médico aconselhar, faça fisioterapia para ampliar a força dos músculos das costas. Não fique na cama ou poltrona toda hora. Isto vai piorar a dor lombar.
Não interessa o que as pessoas lhe digam, o repouso na cama não vai dar certo. As pessoas costumavam dizer que o adequado tratamento para a dor lombar era deitar de costas até melhorar. Contudo estudos mostram que isto não ajuda.

Quanto tempo leva para a lombalgia melhorar?

A média de recuperação varia da gravidade da lombalgia. Casos leves são capazes de ser solucionados em poucos dias, entretanto é capaz de demorar semanas em situações mais graves.

Como precaver a lombalgia?

Pois que a dor lombar sumiu, seu médico, possivelmente, irá sugerir que você inicie uma rotina de exercícios regulares. Isso irá aumentar a força nos músculos das costas e irá deixar esses músculos mais vergáveis. Isso vai minimizar as chances de você ter nova lombalgia no porvir. O médico poderá indicar exercícios de baixo impacto como nadar ou usar uma bicicleta ergométrica.
Não tente voltar ao seu nível antigo de prática física até:
Você ser capaz de se mover facilmente – com flexibilidade – como antes da lesão
Você não sentir dores quando se curvar, torcer, caminhar, correr e pular.
Se você começar a exercitar-se antes que sua lombalgia seja tratada, você pode acabar com dor lombar crônica e contusão permanente.

 

Aqui estão algumas dicas para ajudar na prevenção da tensão lombar:

Caso você sinta dor nas costas no momento da exercitação física, pare.
Se você sentir dor nas costas um dia de intensificação do seu treinamento, espere poucos dias para trocar a ficha.
Exercite e alongue a musculatura das costas regularmente.
Evite dormir de bruços. Repouse de costas ou de lado e ponha uma almofada no meio das pernas.
Ao pegar alguma coisa pesada, dobre os joelhos, não na cintura.
Perca peso caso você esteja com excesso de peso.
Adote uma ótima postura. Sente-se em cadeiras retas, com as costas contra as costas do assento.